sábado, 16 de novembro de 2013

RELAÇÃO DE LABORATÓRIOS E BIOTÉRIOS COM UTILIZAÇÃO DE ANIMAIS EM PESQUISAS

Produção e Inovação

Além da geração de conhecimento, a Fiocruz atua no desenvolvimento de produtos e processos com aplicação potencial como: novas vacinas, medicamentos à base de plantas, métodos de diagnóstico e monitoramento da saúde do trabalhador, aumento do número de patentes brasileiras e aprimoramento do sistema de saúde nacional.
Estas atividades estão entre as mais relevantes no contexto atual de políticas públicas de ciência e tecnologia em saúde do governo federal, de modo especial, voltadas à inovação do complexo produtivo da saúde.

Plataforma que avalia fármacos para helmintos recebe financiamento internacional

Helminto
Projeto inovador do Instituto Oswaldo Cruz usa metodologia automatizada para identificar a atuação de moléculas contra parasitos

Brasil vai exportar vacina contra sarampo e rubéola a partir de 2017

Imagem aérea de frascos de vacina, na linha de produção
Acordo com a Fundação Bill & Melinda Gates vai permitir a produção de 30 milhões de doses em nova fábrica, em Santa Cruz (RJ)
Comitê de ética
Pesquisador em laboratórioGrupo analisa os aspectos éticos dos projetos experimentais com seres humanos, para garantir o bem-estar dos envolvidos
Sinitox
O sistema faz a coleta, a compilação, a análise e a divulgação dos casos de intoxicação e envenenamento notificados no país
Na Fundação
Vice-Presidência de Produção e Inovação
Estruturas Vinculadas
A Gestec, o Lab-Sefar/CEF e o Centro de Desenvolvimento Tecnológico em Saúde
Ceis
Complexo Econômico-Industrial da Saúde
Apresentação
Foco na capacitação tecnológica e produtiva no campo da saúde
Biomanguinhos
(Foto: Vinicius Marinho/Acervo Multimagens)Produção de vacinas para a população
Farmanguinhos
RemédiosMais de um bilhão de medicamentos por ano
Biossegurança hospitalar
Laboratório com aviso de risco hospitalarO site temático oferece informações sobre políticas de biossegurança para minimizar agravos à saúde de trabalhadores e pacientes em ambiente hospitalar
Voltar ao topoVoltar

CAMPINAS, 16 DE NOVEMBRO DE 2013

SÃO ROQUE

Após Royal, ativistas miram outro laboratório

Tecam faz testes em coelhos e ratos para cosméticos, medicamentos e agrotóxicos
08/11/2013 - 07h30 | Eloy de Oliveira/Especial para AAN
faleconosco@rac.com.br

Foto:

Depois do anúncio de encerramento de atividades do Instituto Royal, em São Roque, na região de Sorocaba, ativistas estão preocupados com outro laboratório que utiliza animais em testes, o Tecam Tecnologia Ambiental. A sede da empresa é em São Paulo, mas o biotério para a criação e conservação de roedores fica em Carmo, na zona rural de São Roque.

Ao entrar no site da Tecam, a página informa que está em manutenção.

Ativistas nas redes sociais, entretanto, mostram a antiga página da empresa, que foi retirada do ar. Nela, havia informações de que o laboratório faz testem em animais, como ratos, camundongos, coelhos e cobaias, para produtos agroquímicos, cosméticos e medicamentos.


Veja também