quarta-feira, 29 de outubro de 2014

VOCE É UM BOM TUTOR?

Reynaldo Velloso publicou em 4 grupos.
VOCÊ GOSTA DE CÃES OU GATOS?
Tutelar um animal doméstico é muito mais do que prover água, comida e uma casinha: é desenvolver uma relação de amor e companheirismo.

Os cães e os gatos trazem felicidade e carinho para quem cuida deles, pedindo muito pouco em troca: apenas amor e atenção! Mas eles também precisam de cuidados básicos que um bom tutor deve observar.

Clique no link e veja a matéria completa:
http://www.mundofaunaflora.blogspot.com.br/
VOCÊ GOSTA DE CÃES OU GATOS?

Tutelar um animal doméstico é muito mais do que prover água, comida e uma casinha: é desenvolver uma relação de amor e companheirismo.

Os cães e os gatos trazem felicidade e carinho para quem cuida deles, pedindo muito pouco em troca: apenas amor e atenção! Mas eles também precisam de cuidados básicos que um bom tutor deve observar.


Clique no link e veja a matéria completa:
http://www.mundofaunaflora.blogspot.com.br/

Tutelar um animal doméstico é muito mais do que prover água, comida e uma casinha: é desenvolver uma relação de amor e companheirismo.
Os cães e os gatos trazem felicidade e carinho para quem cuida deles, pedindo muito pouco em troca: apenas amor e atenção! Mas eles também precisam de cuidados básicos que um bom tutor deve observar.
Comida e água
Este é o básico do básico, mas pode crer que muitas pessoas não alimentam corretamente seu animal.
O melhor tipo de comida para ele é a ração, pois ela possui os nutrientes que ele necessita. Pesquise o melhor lugar para comprar e escolha uma marca confiável que caiba no seu orçamento.
Quem alimenta seus animais com comida deve ter muito cuidado, pois eles podem desenvolver vários problemas relacionados ao excesso de sal e gordura.
A água deve ser trocada diariamente e o pote limpo. Nos dias mais quentes, redobre a atenção para não faltar água para seu animal.
Se o seu animal doméstico puder ficar dentro de casa, melhor! Providencie uma caminha ou almofadão para ele ficar confortável e lembre-se de sair com ele ou deixar um acesso ao pátio para que ele possa fazer suas necessidades.
Se ele ficar no pátio, certifique-se de que ele não consiga ir para a rua, pois lá ele corre diversos riscos como atropelamento, maus-tratos, brigas e envenenamento.
Ele deve ter uma casinha que proporcione conforto térmico tanto no verão quanto no inverno. No verão, o ideal é posicionar a casinha onde tenha sombra; no inverno, não esqueça de providenciar uns paninhos ou cobertores para ele se aquecer.
Muito importante é manter o local sempre limpo, livre de pulgas e restos de fezes.
Identificação
Logo que você adota um animal, já deveria providenciar uma coleira com uma plaquinha de identificação, trazendo o nome dele e um telefone para contato.
Nunca imaginamos que nosso animal vá escapar ou se perder, mas isso acontece muito e a preocupação e a tristeza da perda podem ser evitadas facilmente com essa atitude preventiva.
Se você mora em apartamento, a instalação de telas é fundamental para proteger seu animalzinho. Gatos, embora sejam muito hábeis, podem pegar no sono e cair dos lugares altos, sofrendo fraturas ou até morrendo.
Higiene
Para os cães, o ideal é tomar banho de 15 em 15 dias, principalmente se ficarem dentro de casa. O banho dado com xampus especiais é um bom aliado para manter as pulgas distantes.
No inverno, é mais difícil de secar completamente sua pelagem, por isso o ideal é levá-los em pet shops, onde são limpos por pessoas experientes nessa função. A escovação ajuda a manter o pelo em ordem e remove os excessos.
Já os gatos raramente precisam de banho, a não ser aqueles com pelo longo. Além do banho, lembre-se de limpar as orelhas deles e aparar suas unhas.
A rotina de higiene também é importante para você observar o seu animalzinho. Assim, se notar algo estranho, pode levá-lo o quanto antes para avaliação veterinária.
Vacinas e remédios
Existem muitas doenças que podem vitimar os animais e, como medida preventiva, existem as vacinas. Consulte um veterinário para saber quais vacinas seu animal precisa tomar e lembre-se de manter a carteirinha dele em dia.
Ele também vai precisar de remédios contra os vermes e contra as pulgas. É fundamental seguir as prescrições e a frequência indicada pelo médico. Não se esqueça, essas são medidas preventivas que valem a vida do seu animal doméstico.
Os cães tem muita energia para brincar e gastar, além do espírito explorador. Passear com eles diminui a ansiedade e é um exercício de liderança. Procure fazer um passeio diário, mesmo que seja uma volta no quarteirão.
O animal deve passear sempre com coleira e guia. Se ele demonstra agressividade com estranhos, o ideal é que use uma focinheira para evitar riscos desnecessários.
Não esqueça  de sair sempre com uma sacolinha para recolher coco. É muita falta de consideração com as outras pessoas e com o ambiente deixar as cacas do seu animal doméstico largadas pela rua.
Cinto de segurança
Se você pretende levar seu animal em viagens, ou anda muito com ele no carro, compre um cinto de segurança para seu cão ou uma caixa de transporte para seu gato.
Você estará prezando pela segurança dele e pela sua. Chegou o período de férias da família… Surgiu uma viagem de negócios… Você precisa viajar, não pode levar o animal e ninguém vai ficar em casa – o que fazer com o animal doméstico? O engano mais comum é achar que é suficiente pedir para um vizinho ou parente ir até a sua casa a cada 2 dias largar um monte de ração e água.
Existem várias alternativas que você deveria considerar antes disso e a primeira coisa a pensar é que o animal não deveria ficar sozinho.
Castração
Uma das maiores demonstrações de amor pelo animal é garantir que ele seja castrado o mais cedo possível – a cirurgia é segura após os 4 meses de idade.
A castração evita que as fêmeas entrem no cio, diminuindo muito as chances delas desenvolverem tumores mamários e infecções uterinas.
Para os machos, a cirurgia reduz a agressividade e a necessidade de marcar território com o xixi, além de evitar que fujam atrás de fêmeas no cio.
                                                                FONTE:  Portal A Crítica

domingo, 26 de outubro de 2014

ATIVISTA E PROTETOR NÃO VOTA NA DILMA!

Devido as eleições decidi expor aqui o que somente amigos sabiam,um fato gravíssimo ocorrido ano passado:
 
É visível que o Brasil caminha pra ditadura com prisões arbitrarias, controle da internet(marco cível) tanto durante as manifestações políticas como tb sobre a causa animal...o governo do PT autorizou a Lei AROUCA, que permite testes em animais até mesmo para maquiagens e desde então a causa se organiza através da internet e promove protestos democráticos, mas saibam senhores QUE ALGUNS ATIVISTAS E EU, FOMOS ACORDADOS AS 6 HORAS EM NOSSAS RESIDÊNCIAS E INTIMADOS A IR A POLICIA FEDERAL DA DILMA prestar esclarecimento sobre um protesto contra testes em animais na Universidade FEDERAL Rural e EMBRAPA, QUE NEM HAVIA SIDO REALIZADO!! 

 
Invadiram conversas pessoais,conseguiram nossos endereços, tomaram conhecimento e mesmo antes de qualquer manifestação nos chamaram a depor... depor sobre o que ???

 
INTIMIDAÇÃO! DITADURA! 


É ESSE PAÍS QUE VC QUER ?

... DEMOCRATAS NÃO VOTAM NA DILMA!!! 


https://www.facebook.com/photo.php?fbid=522845861184656&set=a.120264148109498.20482.100003777410222&type=1

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

sábado, 25 de outubro de 2014

ABAIXO ASSINADO PELO VEGANISMO PARA OS ANIMAIS

Petição
Queremos comprar RAÇÕES VEGANAS 
no Brasil

O veganismo é uma forma de viver que busca excluir, na medida do possível e praticável, todas as formas de exploração e crueldade contra animais com finalidade de obtenção de alimentos, roupas, diversão, entretenimento, esporte, lazer, rituais ou qualquer outra finalidade.

Como o número de veganos vem crescendo exponencialmente no Brasil, cresce o interesse por rações veganas para cães e gatos. No exterior já existem tais tipos de rações e já ficou provado que cães e gatos vivem normalmente alimentando-se delas. São produtos que não contem nenhum ingrediente com origem animal. 

O intuito desta petição é mostrar as empresas que existe mercado para tais rações veganas. Uma vez que muitas pessoas se posicionem a favor da comercialização de tal produto é apenas questão de tempo para que o mercado o disponibilize.

Vamos mostrar que existe gente suficiente para sustentar e tornar lucrativa a produção de rações veganas também no Brasil.

ACESSE PELO LINK ABAIXO
APOIE ESTA CAUSA COM O ABAIXO ASSINADO!
Queremos comprar rações veganas no Brasil!




‪#‎ensinosemcrueldade‬

EM NOME DOS ANIMAIS
A FAOS - Federação das Associações e ONGs do Estado de SP agradece à OAB, Ministério Público, aos doutores que estarão compondo a mesa de palestrantes, Fábio Futema, Odete Miranda, Frank Alarcón, Viviane Benini Cabral e Sandra Calado, ao Presidente da Comissão de Meio Ambiente Ricardo Ligiera, à Vice-Presidente Luciane Zilmer Xavier de Aquino, representantes dos Deputados Federais: Ricardo Izar e Tripoli e do Deputado Estadual Fernando Capez, além de todos os protetores, ONGs e ativistas que estarão reunidos nesta quinta 23/10 

"Não se pode ser somente o mensageiro, é preciso ser também a mensagem"


Que sejamos unidos os instrumentos e servidores da ABOLIÇÃO.

FIM DO USO DE ANIMAIS NO ENSINO - 
AUDIÊNCIA PÚBLICA
Curtir

LULA ZOÓFILO

lula assume ter praticado zoofilia pra revista play boy . fdp !!!!

fbid=886644858014458&set=a.355793671099582.93083.100000068551181&type=1&theater
 
 
 
 
 
 
 
 

ISSO NÃO É BRINCADEIRA!
http://veja.abril.com.br/…/lula-o-sexo-os-animais-e-as-viu…/
http://hadrielf.blogspot.com.br/…/lula-e-playboy-de-1979.ht…
http://calabarescreve.blogspot.com.br/…/lula-o-sexo-os-anim…
 

O fato de querer fazer política apenas para "pegar" MULHER DE SINDICALISTA, bem isso é problema deles.

Agora, FAZER SEXO COM ANIMAIS E AINDA TORNAR PÚBLICO É PROBLEMA NOSSO!.

PARABÉNS A.L.F.!

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

POR QUE DISCUTIR A PL6602/2013 SE A LEI 11794/2008 QUE AUTORIZA TESTES E VIVISECÇÃO DE ANIMAIS É INCONSTITUCIONAL E DEVE SER ABOLIDA?

Leia abaixo os pareceres dos especialistas sobre a problemática do PL 6602/13
Dr. Sandro Rollo, juiz de direito
Terceiro parecer produzido após reunião com a Comissão Antivivisseccionista

parecer_terceiro_sandro_rollo.pdf
Download File


Sérgio Greif, biólogo
NOVO PARECER COM ESCLARECIMENTOS ADICIONAIS

parecer_ue_sergio.pdf
Download File


Dr. Sandro Rollo, juiz de direito
NOVO PARECER COM ESCLARECIMENTOS ADICIONAIS

parecer_sandro_rollo_novos_esclarecimentos_1107.pdf
Download File


Dra. Ana Maria Pineiro, advogada

parecer_ana_maria_pinheiro.pdf
Download File


Dr. André Luiz, advogado

parecer_andre_luiz.pdf
Download File


Dr. Fabio Oliveira, Prof. de Direito da UFRJ

parecer_fabio_oliveira.pdf
Download File


Dra. Fernanda Tripode, advogada

parecer_fernanda_tripode.pdf
Download File


Patrick Fernandes de Carvalho, bacharel em direito

parecer_patrick_fernandes_de_carvalho.pdf
Download File


Dr. Heron Santana, promotor de justiça

carta_ao_senado_heron_santana.pdf
Download File


Dr. Sandro Rollo, juiz de direito

parecer_sandro_rollo_0407.pdf
Download File


Sérgio Greif, biólogo

parecer_sergio_greif.pdf
Download File


Dr. phil. Sônia T. Felipe

carta_ao_senado_sonia_felipe.pdf
Download File


Tibor Rabóczkay, químico

parecer_tibor.pdf
Download File


Dra. Vanice Teixeira Orlandi, advogada

parecer_vanice.pdf
Download File


Colabore enviando o seu parecer:

Se você é da área jurídica ou é um especialista em alguma área que tenha relevância ao tema dessa campanha e deseja colaborar com a argumentação em repúdio ao substitutivo do PL 6602/13 aprovado na Câmara dos Deputados em junho de 2014, envie o seu parece acompanhado de um breve currículo para alterapl6602@gmail.com para que o mesmo possa ser publicado nessa página e também encaminhado ao Senado Federal.

Alternativamente, caso você se encaixe nessa categoria mas não deseje redigir um parecer, você pode simplesmente sinalizar o seu apoio ao conteúdo e objetivo dessa campanha enviando o seu nome e breve currículo (qualificação) para alterapl6602@gmail.com

================================================

Se você representa um coletivo, grupo, movimento ou organização (seja de defesa ou proteção animal ou outra organização da sociedade civil que apoie o objetivo dessa campanha) e deseja expressar o seu apoio para além da simples assinatura da petição aberta ao público, envie e-mail para alterapl6602@gmail.com informando:
1) o seu nome e sobrenome.
2) nome do coletivo, grupo, movimento ou organização.3) cidade e estado onde o coletivo, grupo, movimento ou organização está localizado (indique cidade e estado para atuação regional, somente estado para atuação regional ou informe se a atuação for nacional).
4) site ou página na rede social, se houver.
5) endereço de e-mail.

ANIMAIS, SUJEITOS DE DIREITO

Rede Bichos
O ponto de encontro dos que lutam pelos animais.

CPDA/OAB-RJ - XXII Conferência Nacional dos Advogados

O Direito dos Animais: nossos deveres sobre eles como sujeitos de direito”
dia 21 de outubro de 2014  -    09h30 às 12h30.

MAUS TRATOS, CRUELDADES E ABANDONO DE ANIMAIS – Aspectos Jurídicos
Reynaldo Soares Velloso                            { 9:30h às 10:15h }
Biólogo, Mestre em Ciências Ambientais e Advogado com outras especializações.
Presidente da Comissão de Proteção e Defesa dos Animais da OAB/RJ

FUNDAMENTOS E LIMITES NA ANÁLISE DO DIREITO DOS ANIMAIS COMO BEM JURÍDICO TUTELADO PELO DIREITO PENAL
Cristiane Dupret                                         { 10:15h às 11:00 }
Professora de Direito Penal da UFRJ, EMERJ e Universidade Estácio de Sá. Mestranda em Direito Penal pela UERJ. Especialista em Direito Penal pela Universidade de Coimbra. Autora de obras jurídicas.

A PROTEÇÃO DA FAUNA SILVESTRE BRASILEIRA - Aspectos Jurídicos e Técnicos
Rogério de Lima e Silva Caldas                   { 11:00h às 11:45h }
Advogado e engenheiro florestal. Trabalha na área ambiental há 32 anos. Possui mestrado em Ciências Ambientais e Florestais pela UFRRJ e Especialização em Silvicultura pela UFPR.

A SENCIÊNCIA DOS ANIMAIS
Gilberto Pinheiro                                       { 11:45h às 12:30h }
Jornalista, palestrante em várias escolas e universidades.



Comentar

Você precisa ser um membro de Rede Bichos para adicionar comentários!

Entrar em Rede Bichos
Comentário de mari emilia tozato em 10 outubro 2014 às 14:40
Uma conferência como essa poderia acontecer também em S. Paulo.
Gostaria de poder ter o material da conferência.
Comentário de Carolina de Oliveira L. da Costa em 10 outubro 2014 às 12:00
Reynaldo, será que poderia disponibilizar o material desses eventos tão importantes que vocês da OAB-RJ estão promovendo? É importante que todos nós, mesmo aqui de longe, como Curitiba, assimilemos o conhecimento que estão difundindo! AUbraços!

A ESSES "PROFISSIONAIS" ENTREGAMOS NOSSAS VIDINHAS PRECIOSAS!




O professor doutor Fábio Futema apontou algo que não nos damos conta enquanto protetores e ativistas. Reparem no juramento do Médico Veterinário, mesmo o profissional que deveria ser preparado para salvar a vida dos animais se forma na faculdade tão distante dessa que seria sua missão legítima e vê os animais somente como coisas para satisfazer o homem. Temos que mudar isso se desejamos realmente que algo evolua...

Juramento do Médico Veterinário

"Sob a proteção de Deus PROMETO que, no exercício da Medicina Veterinária, cumprirei os dispositivos legais e normativos, com especial atenção ao Código de Ética, sempre buscando uma harmonização perfeita entre ciência e arte, para tanto aplicando os conhecimentos científicos e técnicos em benefício da prevenção e cura de doenças animais, tendo como objetivo o Homem.

E prometo tudo isso fazer, com o máximo respeito à ordem pública e aos bons costumes, mantendo o mais estrito segredo profissional das informações de qualquer ordem, que, como profissional tenha eu visto, ouvido ou lido, em qualquer circunstância em que esteja exercendo a profissão. Assim o prometo."
 
 

PUXOU O FIO... O RSTO É PODRE.


  •  
    Essa discussão não é tão simplória. A dívida foi causada pela má administração da suipa. Os diretores tem carro importado e os animais vivem em um depósito. Adotei três animais em diferentes tempos e todos vieram a óbito em menos de 2 meses e não recebi assistência de emergência. Sou contra o fechamento por causa dos animais mas essa administração deveria estar na cadeia. 
     
    Quanto ao voto, vou votar na Dilma sim a pois apesar de seus erros graves , há possibilidade de manifestação e diálogo. Com o PSDB COM Certeza isso não haverá. Aécio é pro rodeio, a favor da pecuária e pela sua história vai caçar quem se manifestar contra. 
     
    Não esqueçam da ação da ALF em São Paulo (dos beagles no instituto Royal) onde a única ativista que não usou máscara, apareceu morta. A família e amigos negam suicídio. A polícia arquivou o caso. Que partido governa lá? Acho que temos que refletir bem e não sair por aí acusando um como se o outro fosse mudar alguma coisa!

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Como fazer uma cadeira de rodas

Escrito por: Tudo Sobre Cachorros
A Dani Navarro teve uma ótima iniciativa de criar um passo-a-passo para construírmos uma cadeira de rodas para cachorros ou gatos. Infelizmente muitos cães acabam ficando paraplégicos em decorrência de uma displasia ou mesmo uma lesão na medula. Entramos em contato com ela e fomos autorizados a publicar no site esse passo-a-passo pra vocês. Qualquer dúvida, entrem em contato com a Dani, que é a autora desse método: d_nramos@hotmail.com.


Material utilizado:

01 barra de cano de 3 metros por 20 mm
02 rodinhas de carrinho de feira
04 curvas (cotovelo)
06 “Ts”
04 tampões
01 tubo de cola para cano de PVC
01 eixo (de carrinho de feira/ carrinho de bebê/ barra de ferro)
Cordinha de varal com aproximadamente 36 centímetros para cada lado
Mangueira de borracha (mesma medida da cordinha de varal) – pode ser encontrada em lojas de peças para ar condicionado (se for mangueira de gás pode machucar)
Couro, fita de nylon ou tecido para o peitoral


Como montar uma cadeira de rodas para seu cachorro ou gato


Passo 1

Para cães de aproximadamente 7 kilos usamos um cano de 20 mm.
Este é o início da cadeira:
- Cano
- 2 cotovelos para cano
- 6 T’s

cadeira de rodas para caes 1

Medir a parte traseira do cão de forma “reta” para que a parte traseira da cadeira não fique grande. Os canos deverão ser cortados exatamente do mesmo comprimento para não ficar torta a cadeira. Esta parte onde está a fita métrica é onde será colocado o eixo para suportar o peso do cão.

cadeira de rodas para caes 2


Passo 2

Colocar mais 2 cotovelos para cano e fechar a parte traseira. Naquela parte mais curta embaixo podem ser apoiados os pezinhos.

cadeira de rodas para caes 3

Colocar uma tampa de cano nas duas pontas – onde será colocado o eixo. Esta é a estrutura da cadeira pronta.

cadeira de rodas para caes 4


Passo 3

Eixo para a cadeira: fazer com barra de ferro (o ideal é que ela seja lisa) ou pegar um eixo de carrinho de feira.

cadeira de rodas para caes 5


Passo 4

Eixo encaixado (a tampa do cano deverá ser furada para passar o eixo)
Furar com uma broca de aço rápido bem fininha (3 mm) na ponta do ferro para fixar a rodinha.

cadeira de rodas para caes 6


Passo 5

Encaixar as rodinhas (são rodas de carrinho de feira – tem em lojas de 1,99) e colocar uma trava para a rodinha não sair (pode ser usado um arame, prego).

cadeira de rodas para caes 7

A altura da cadeira tem que ficar certa para que não prejudique a coluna.

cadeira de rodas para caes 8


Passo 6

Para o apoio das pernas usar um pedaço de mangueira de borracha (ou algum material bem flexível, que não vá machucar a perna).

cadeira de rodas para caes 9

Para firmar melhor, passar um caninho de plástico por dentro da mangueira de borracha e um pedaço de corda de varal dentro do plástico. Furar o cano e amarrar as duas pontas.

cadeira de rodas para caes 10


Passo 7

Para prender a cadeira pode ser usado uma faixa de nylon (tipo de mochila). Prender a fita no cano (pode furar o cano) e fechar nas costas do cachorro.

cadeira de rodas para caes 11

Colocar os tampões na ponta do cano para não machucar o cão.

cadeira de rodas para caes 12

Pode ser usada a mesma faixa para prender as duas alças de apoio para as pernas.

cadeira de rodas para caes 13

Para prender melhor poderá ser usada a guia peitoral, fazendo um furo na ponta no cano e prendendo com uma fita fina ou a cordinha de varal (amarra na ponta do cano e prende na guia).

As medidas deverão ser exatas para que não prejudique a coluna do cachorro. Sempre consultar um veterinário para verificar o tempo de uso diário da cadeira de rodas.

cadeira de rodas para caes 14

cadeira de rodas para caes 15

cadeira de rodas para caes 16

cadeira de rodas para caes 17

Qualquer dúvida por favor é só entrar em contato pelo e-mail d_nramos@hotmail.com ou pelo Facebook Dani Navarro.