quinta-feira, 2 de outubro de 2014

OLHAÍ MAIS UMA HEROÍNA, SOCORRISTA DOS ANIMAIS: ONDE A BALANÇA ESTÁ ERRADA?

Primeiro de outubro de 2014 - Christianne Duarte
Quem não puder auxiliar diretamente faça como eu: COMPARTILHE, por favor!
















Como ninguem nem comentou vou postar novamente a foto sem compartilhar.

Enquanto as pessoas que tem um ou poucos gatos não abrirem seus lares ao menos para lares temporários esses gatinhos continuarão a sofrer nas ruas.

As pessoas acham que ongs ou protetores são super homens ou super mulheres mas também somos humanos e temos um limite de esgotamento físico e emocional.


Estou aqui agoniada com essa foto, com essa gata, que certamente só precisa de uns cuidados poucos para melhorar.


Mas estou com Biel doente, vomitando e sem comer ainda não sei porque, Tracy que doei com suspeita de linfoma e to cuidando dela e tentando o melhor pra ela pq não confio em todas as clinicas, e felizmente a nova mamãe confia em mim, Frajola, meu gato, amor maior, fazendo mil exames porque também anda enjoado, com fungos e emagreceu, Lancelot, também perdeu grande peso, esses dois por conta da gengivite acredito, que terei que operar os dentes. frajinha, comigo há anos em luta contra tumor no nariz, magrinha, boca fedendo, fazendo quimio, mas numa luta dificil. Balaio teve cistite e quase lipidose por conta do entra e sai de gatos em casa. Thunder, cheio de fungos e vomitando, 3 bebezinhos de um mes que mal sabem comer doentinhos da pele e olhos, resgatados do porão do colegio onde a diretoria alem de não ajudar muito, ainda colocou veneno; e não conseguimos tirar os 3 ultimos gatos de lá, que continuam procriando naquela imundicie.


Gatos em tratamento de esporo em gaiolas na minha casa - batman, apolo, bob - porque os gatis estão lotados no sitio. 


E os pedidos não param de chegar. Não tenho mais onde enfiar, MESMO. Zulu que tem a imunidade baixa por conta da felv ainda não tive coragem de levar pro sitio. Nani cardiopata. stitch, caozinho também doentinho e não sei ainda o que é, começarei bateria de exames. Varios gatinhos ainda a entregar para seus adotantes, uma ainda por castrar.

Isso fora os adoentados do sitio, sempre tem um ou outro que não posso mais trazer para monitorar comigo por falta de espaço.


Gente não dá... é trabalho demais pra uma pessoa só, as pessoas precisam parar de ter medo de sofrer e ajudar a botar a mão na massa.


Isso tudo é porque trabalho fora ainda, em dois locais, e tenho uma filha adolescente e uma bebe de 2 anos. Sou humana também. Onde a balança tá errada aí?