sexta-feira, 25 de dezembro de 2015


Animais serão considerados seres sencientes na província canadense de Quebec, ou seja, não mais considerados propriedades, mas sim seres vivos com sentimentos. A mudança na lei vai de acordo com  outras províncias do Canadá que já realizaram este processo, como Ontário e British Columbia. A nova lei estipula que “animais não são coisas, são seres sencientes, e que tem necessidades biológicas”.
É algo bastante óbvio para muita gente, mas realizar essa mudança na lei é bem importante. Agora, os inspetores terão o poder de exigir visitar algum animal se tiverem motivos para acreditar que ele sofre maus-tratos, além de conseguirem mandatos para entrar nas casas e resgatar os animais.

puppy-mill-bust_large

Quem propôs a lei foi o Ministro da Agricultura Pierre Paradis, que também quer mudar a fama que Quebec tem de “paraíso para as puppy mills”, as fábricas de cães, que reproduzem animais de forma compulsória.
Quem for autuado realizando maus-tratos a animais será multado em até 250 mil dólares, e prisão para os reincidentes.
Vitória para a proteção animal!

Fonte: Dog Heirs