sexta-feira, 26 de maio de 2017

PREPARANDO-SE PARA RECEBER UM FILHOTE - ESTAS JOIAS DA NATUREZA


GATIL CERBERUSS

Rock Creek Charlie Mjnsk

Red Bicolor
18/09/2012
BB bb O aa
Importado dos Estados Unidos






Parabéns, você acaba de entrar para um mundo novo, que não sonhava existir. O mundo dos gatos!
Pode ter certeza, sua vida vai mudar e para melhor.

1 - COMO ENTREGAMOS NOSSOS FILHOTES:

  • Nosso Gatil esta livre de FIV, FeLV e Anemia Felina.
  • Seu filhote terá o Pedigree emitido pela TICA ou FIFE.
  • Carteira de vacinas em dias de acordo com a idade do filhote e em conformidade com a determinação do fabricante.
  • Todo e qualquer filhote somente deixará o Gatil após completar 14 semanas.
  • Os filhotes para companhia somente serão entregues CASTRADOS, impreterivelmente.
  • OBS: Em caso de não termos o filhote desejado, SOMENTE indicaremos membros do Maine Coon World. Associação Mundial sediada na Dinamarca preocupada com a raça Maine Coon, seu padrão, temperamento e, acima de tudo, que zela pela responsabilidade de seus criadores, formando assim uma cadeia de pessoas realmente interessadas e preocupadas com o bem-estar, saúde e desemvolvimento desses lindos, amáveis e gigantes felinos.
  • Por isso fique atento as condições em que são criados o futuro membro de sua família.

2 - O QUE VAI PRECISAR:

  • Caixa de Areia: dar preferencia às fechadas, são melhores e retêm por mais tempo os odores.
  • Areia: as brancas à base de Carbonato de cálcio ou Sílica, porém esta só é indicada depois que seu filhote estiver com cerca de 01 ano e não queira mais experimenta-la, pois, a Sílica é tóxica se ingerida.
  • Recipiente para Ração: deverá ser mantido sempre limpo e abastecido, pois, o gato come quando ele quer, e não quando nós queremos.
  • Frasco para água: dar preferencias aos de pedra, barro ou de alumínio, que mantêm a água sempre fresquinha. Troque diariamente.
  • Casinha ou uma almofada que ele saiba que é só dele.
  • Arranhadores: geralmente mais de um e de tamanhos diferentes
  • Brinquedos: tenha inúmeros, como bolinhas, ratinhos, chocalhos, que sejam leves e façam barulho para que os filhotes se divirtam.

3 - A CHEGADA DO FILHOTE

Enfim, depois de tanto esperar seu filhote chega em casa, como agir:
1- Coloque a caixa de transporte em que ele esta em um ambiente tranquilo da casa e abra a caixa.
2 - Não tenha pressa, ele sairá de dentro à seu tempo, quando se sentir mais seguro.
3 - Não o tire a força, isso irá estressa-lo ainda mais.
4 - Depois que ele sair da caixa, deixe que faça o reconhecimento do local sozinho, sem sua interferência.
5 - Quando o gatinho estiver mais tranquilo e confiante mostre a ele onde está a água, comida e sua liteira.
6 - Não se preocupe se nos 2 ou 3 primeiros dias ele se mostrar arredio, é que ainda não adquiriu segurança o suficiente, mas sempre converse com ele para que perceba que pode confiar em você, assim estará criando os primeiros vínculos, que durarão a vida toda.

4 - VIAGENS

Muitas vezes recebemos nosso gatinho de outras cidades, estados ou mesmo países, então, quando receber seu filhote nestas condições seu cuidado deve ser redobrado:
Tenha sempre ração úmida para oferecer, do tipo INTESTINAL da Royal Canin, é mais palatável, contém bastante quantidade de líquidos e proteínas de excelente qualidade mesmo que ele coma pouco será suficiente.
Quanto mais longa for a viagem maior será o cuidado e atenção dispensado ao filhote. Observe a frequência com que se alimenta e ingere água, se necessário ofereça água-de-coco com uma seringa de 01 ml, cerca de 3 ml a cada hora por um período de 04 horas.
Observe nos primeiro 07 dias as fezes e a frequência com que ele evacua. Fezes amolecidas pode ser sinal de verminoses ou de que algo esta errado, fale com o criador de onde o trouxe e siga suas orientações.
Sempre que for sair de casa com seu gatinho, por mais que ele não queira, coloque-o em uma caixa de transporte, é mais seguro para ele e para você.
O ideal é que nos primeiros meses seu filhote não tenha acesso ao quintal ou à rua, pois existem muitos vermes que são facilmente transmitidos através de fezes de outros animais como pássaros e ratos, e causam doenças difíceis de serem tratadas ou às vezes são fatais.

5 - ALIMENTAÇÃO

Muitos médicos veterinários são completamente contra à suplementação alimentar, mas lembre-se gato é um felino, e felinos gostam de carne. Então se tiver disponibilidade e tempo:
Carne crua moida, peixe ou frango picadinhos: Separe em pequenas porções, à principio cerca de 50 grs, congele por no mínimo 03 dias. Após este período retire do freezer, e quando estiver em temperatura ambiente ofereça para seu amiguinho, além dele adorar, esses alimentos são ricos em nutrientes que ajudam no desenvolvimento de músculos e ossos.
Queijos: tipo Polengue é ótimo, se seu filhote gostar pode oferecer cerca de 03 vezes por semana.
Ovos: somente a gema de preferencia cozidos em pequenas quantidades apenas 01 vez por semana.
Legumes e Verduras: se ele gostar pode deixa-lo comer à vontade.
Leite: não recomendo, pois nesta idade o gato já não digere tão bem a lactose o que pode causar diarréias.

IMPORTANTE: Ração de qualidade é de suma importância para boa saúde, desenvolvimento e beleza da pelagem, ofereça à seu filhote somente ração SUPER PREMIUM. Eu só recomendo ROYAL CANIN.

6 - SAÚDE

Lembre-se SEMPRE: Ninguém conhece melhor o seu filho que a própria mãe, que neste momento ainda é o criador de quem adquiriu o seu filhote, então, quando surgir alguma dúvida, alguma intercorrência, alguma alteração alimentar ou comportamental, antes de sair de casa correndo desesperado à procura de um médico veterinário, fale com o criador, ele com certeza saberá orienta-lo da maneira mais segura de como agir ou mesmo indicar um médico veterinário de sua confiança!

7 - PROCEDIMENTOS E CUIDADOS PREVENTIVOS

Alguns cuidados muito simples que você deve adotar para identificar problemas em seu animalzinho ou mesmo preveni-los:
1 - ESCOVAÇÃO: Escove seu filhote por no mínimo 01 vez por semana, além de estreitar os vínculos de amor e carinho, você poderá ver se há parasitas, falhas na pelagem, lesões de pele, alterações de cor e odor na pele ou pêlo.
2 - ORELHAS: Observe se há vermelhidão, casquinhas, descamação ou odor no local, pois, pode ser sinal de alguma inflamação ou infecção.
3 - BOCA: Verifique a boca do gatinho pelo menos 01 vez por semana, mau hálito e vermelhidão podem ser indicativos de gengivite.
4 - DEDOS: Procure entre os dedos qualquer sinal de parasitas, frieiras ou feridas; as unhas, devem estar sempre aparadas evitando desconforto para o gato e protegendo seu sofá.
5 - APARELHO GENITO-URINÁRIO: Prurido anal pode indicar verminose, e secreção vaginal pode ser indicio de infecção uterina.
Com o prazeroso hábito de acariciar e escovar seu amiguinho você aprenderá a identificar alterações orgânicas e comportamentais em seu filhote. O que é identificado precocemente é mais fácil e rápido de ser tratado. Faça isso como uma forma de brincadeira, ao final ofereça afagos, muito carinho ou um petisco à ele, que além de estreitar os laços de amor e carinho o ajudará a identificar qualquer alteração. Verificado qualquer tipo de alterações procure ajuda, não deixe para depois.

8 - VACINAS

É o que de mais importante deverá fazer por seu filhote. Mantenha sempre a carteira de vacina atualizada.

9 - MEDICAMENTOS

Nunca dê nenhum remédio para seu gato sem a orientação de seu veterinário, o que é bom para você, pode ser fatal para ele.
Saiba sempre o nome do medicamento que o veterinário esta prescrevendo para seu filhote.

IMPORTANTE: Peça indicação do criador sobre um médico veterinário, ele com certeza já tem um de confiança.

Gatil Cerberuss - Ragdoll
 Criador:Edmilson Guerra